RECONHECIMENTO

O Chile estabeleceu, neste ano, o dia 31 de outubro como feriado regional público “EM HONRA ÀS IGREJAS EVANGÉLICAS E PROTESTANTES”. Neste dia, Martinho Lutero afixou suas 95 teses na porta de uma igreja em Wittenberg, Alemanha, pondo em marcha a Reforma Protestante. Apenas a Eslovênia e alguns estados da Alemanha estabeleceram essa data como feriado.

O país andino é o único da América Latina que ainda possui um Partido Democrático Cristão ligado totalmente ao catolicismo romano e, mesmo assim, a proposta foi aprovada com votação unânime no Congresso.

15% da população declararam-se evangélica, segundo um Censo feito em 2002. Com o desenvolvimento do Evangelho no país, as escolas estatais oferecem aos seus alunos a oportunidade de escolher entre o ensino católico romano e o protestante.


E TEM MAIS RECONHECIMENTO

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, uma das mais respeitadas instituições de ensino universitário no país, provocou um debate importante que teve inicio no final do ano de 2008, de inserir o criacionismo nas aulas de Ciências. Em 30 de novembro, em artigo publicado no jornal Folha de São Paulo, Marcelo Leite, colunista de Ciências do referido jornal, criticou abertamente a decisão da Mackenzie. O jornal Estado de São Paulo também repercutiu o assunto no inicio de dezembro, lembrando que colégios adventistas e batistas fazem o mesmo.

A verdade é que o espaço que o criacionismo está ganhando nas universidades e escolas do mundo, depois de documentários como Expelled e a declaração de filósofos e cientistas de renome mundial pró-criacionismo, tais como o ex-ateu Anthony Felow e o bioquímico Michael Behe, tem levado os antiteístas ao desespero. Cresce o reconhecimento entre cientistas e instituições de que o criacionismo, diferentemente do que os evolucionistas tentavam fazer crer, é mais do que matéria de fé: repousa sobre bases cientificas e filosóficas sólidas. Aliás, como já disse certo teólogo norte-americano, “é preciso ter mais fé para crer em alguns pressupostos da teoria evolucionista do que para crer nos argumentos do criacionismo”.

Além do mais, ensinar o criacionismo ao lado do evolucionismo encontra total apoio nos princípios exarados na Lei de Diretrizes e Bases da educação brasileira, além de ser extremamente salutar. Para a tristeza e desespero dos denominados “buldogues” de Darwin, Deus está de volta às aulas de Ciências.


Em Cristo, Marcelo Vieira.

4 comentários:

Lucas Marin disse...

A Paz do Senhor Jesus esteja contigo!

Fico feliz por ti, e espero que sempre esteja se fortalecendo no Senhor Jesus, pra que através de ti muitos possam também ser fortalecido em Jesus!

Moro em Dourados-MS, com meus pais;
Meu pai é nascido em Ribeirópolis-SE, mas veio aos 5 anos pra aqui pra essa região!

Fique com Deus!

Evellyn disse...

Glória a Deus por isto !!!

Tem uma cidade que conheci (à 6 horas daonde eu moro), que 92% da população é evangélica. Lá, os católicos fazem "evangelismo", tanto que colocaram uma faixa na igreja dizendo : "Jesus salva, mas Maria ajuda" rsrs

e é muito ensinarem a teoria do criaciosnismo nas escolas ! Tem um irmao na minha igreja que é cientista, e ele sempre tras noticas para nos, e ele disse que um a um os cientistas estao reconhecendo a existencia de Deus ! (oh Glória!)

Obrigada pela visita no meu blog, fica com Deus ...

Lucas Marin disse...

Eu não sei ao certo sobre os parentes que ficaram ai no Sergipe, mas pelo que meu pai me fala, todo mundo na região que eles moravam eram meio parentes, já que era comum o casamento entre primos...

Tem uma irmã que está no meu orkut, ela é de Monte Alegre também e o nome dela é Ivânia Vieira... Ela é conhecida ou parente sua?

Que Deus continue lhe ajudando, e Jesus sempre seja a Luz em sua vida, Iluminando sempre este blog pra glória dEle!

Evellyn disse...

Paz do Senhor
Obrigada ! Que Deus continue o abençoando

Olha irmão, hoje eu fiz uma postagem sobre um assunto que tem bombardeado nossas igrejas: o ANEL DA CASTIDADE; se possível, gostaria que você passasse lá e deixasse sua opnião ! Obrigada